EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE P.W. BOTHA


NOME: Pieter Willem Botha (90 anos) 
QUEM FOI: Primeiro-ministro da África do Sul entre 1978 e 1984 e Presidente-de-Estado (com poder executivo) de 1984 a 1989. Era mais conhecido como "P.W." ou "O Grande Crocodilo".  Foi pela primeira vez eleito para o parlamento em 1948, como representante da cidade de George na actual província do Cabo Ocidental pelo Partido Nacional (África do Sul). Em 1966 foi nomeado ministro da defesa pelo primeiro ministro B. J. Vorster e, quando Vorster se demitiu, em 1978, Botha foi eleito pelo parlamento para o substituir. Durante seu governo, entre 1978 e 1989, a África do Sul viu o pico do regime racista, conduzido pela minoria branca do país sobre a maioria negra. Segundo Nelson Mandela, o ex-presidente simbolizava um "passado horrivelmente dividido". Ainda assim, exortou os sul-africanos a prestarem homenagem a Botha, pois ele teria dado os passos iniciais para as negociações pacíficas para o fim do regime racista no país.
NASCIMENTO: 12 de janeiro de 1916 - Paul Roux, África do Sul.
MORTE: 31 de outubro de 2006 - Wilderness, Cabo Ocidental.
CAUSA DA MORTE: Causas naturais
OBS: Seu último cargo público foi de Presidente de Estado, com poder executivo, que assumiu em 1984, o que lhe deu amplo poder dentro do governo já que o cargo de primeiro-ministro havia sido extinto. Terminou seu mandato a 15 de Agosto de 1989, quando transmitiu o cargo para Frederik Willem de Klerk. Botha morreu em sua casa, dormindo.

Nenhum comentário: