Você gosta de IMAGENS HISTÓRICAS? Experimente o Facebook @capsulahistorica, ou o blog: www.FOTONAHISTORIA.blogspot.com

MORTE DE SABINA SPIELREIN


NOME: Sabina Nikolayevna Spielrein (56 anos) 
QUEM FOI: Uma das primeiras mulheres psicanalistas do mundo. Russa, de uma família de mercadores judeus, foi assassinada em 1942 por soldados nazistas na mesma cidade onde nasceu. Casou-se com Pavel Scheftel, um médico russo de ascendência judia. Os dois tiveram duas filhas: Renata (1912) e Ewa (1924). Ambas morreram juntas a sua mãe em 1942. Scheftel foi morto no Grande Terror (política repressiva orquestrada por Josef Stalin), em 1936. Entre 1904 e 1905, Spielrein esteve internada no hospital Burghölzli em Zurique como paciente diagnosticada com histeria. Carl Gustav Jung foi seu médico e entre 1904 e 1911 tornou-se sua amante, com o tratamento iniciado com método de Freud passou a ajudante de Jung depois de mostrar sinais de progresso. Após Spielrein sair do hospital e começar a estudar medicina, teve Jung como seu mentor de dissertação. Até mesmo o próprio trabalho de Jung adquiriu certa influência de Spielrein. Graduou-se em 1911, defendendo uma dissertação sobre um caso de esquizofrenia. No mesmo ano, foi aceita como membro da Sociedade de Psicanálise de Viena. 
NASCIMENTO: 7 de novembro de 1885 - Rostov, Império Russo. 
MORTE: 12 ou 14 de agosto de 1942 - Rostov, Império Russo. 
CAUSA DA MORTE: Executada a tiros (pelos nazistas). 
OBS: Foi lançado em 2011 o filme Um Método Perigoso (A Dangerous Method), de David Cronenberg, que fala sobre a relação de Jung com a Sabina, vivida por Keira Knightley.

Nenhum comentário: