EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DO PAPA ALEXANDRE VI


NOME: Roderico Borja (72 anos) 
QUEM FOI: 214.º papa da Igreja Católica, de 11 de Agosto de 1492 até a data da sua morte. Adotou o nome de Rodrigo Borgia ao chegar à Itália. O nome de sua família foi elevado à cátedra do Vaticano com a eleição do seu tio materno, Afonso Bórgia, como Papa Calisto III, por quem foi feito cardeal. Foi sucessivamente elevado a cargos de mais qualidade: bispo, cardeal e vice-chanceler da Igreja. Tornou-se um grande diplomata após servir à Cúria Romana durante cinco pontificados; adquiriu experiência administrativa, influência e riqueza, mas não grande poder. Foi um dos mais depravados papas da Igreja Católica. 
NASCIMENTO: 1 de Janeiro de 1431 - Valência, Itália. 
MORTE: 18 de Agosto de 1503 -Roma, Itália. 
CAUSA DA MORTE: Envenenamento (enquanto jantava). 
OBS: Num jantar com um cardeal ingeriu o veneno cantarella, provavelmente colocado na comida pelo seu filho César Bórgia para matar o cardeal. A cena da morte de Alexandre foi uma das mais macabras da história. Depois de acamado e com o corpo terrivelmente amarelado, o papa morreu. Seu corpo entrou rapidamente em decomposição, soltando um líquido branco da boca macabramente boquiaberta. A cena foi tão horrível, que transportara seu corpo enrolado em um tapete, pois todos estavam com medo de tocar o corpo. Seu funeral foi breve e sem grandes comemorações, tendo sido sepultado com a seguinte epígrafe em seu túmulo na Espanha: "Aqui Jaz Alexandre VI, que foi papa". O seu túmulo encontra-se na igreja de Santa Maria in Monserrato.

Nenhum comentário: