Você gosta de IMAGENS HISTÓRICAS? Experimente o Facebook @capsulahistorica, ou o blog: www.FOTONAHISTORIA.blogspot.com

MORTE DE AGOSTINHO NETO


NOME: Antônio Agostinho Neto (56 anos) 
QUEM FOI: Presidente da Albânia de 1975 a 1979. Foi Presidente do Movimento Popular de Libertação de Angola e em 1975 tornou-se no primeiro Presidente de Angola até 1979. Em 1975-1976 foi-lhe atribuído o Prêmio Stalin da Paz. Fez parte da geração de estudantes africanos que viria a desempenhar um papel decisivo na independência dos seus países naquela que ficou designada como a Guerra Colonial Portuguesa. Foi preso pela Polícia Internacional e de Defesa do Estado (PIDE), a polícia política do regime Salazarista então vigente em Portugal, e deportado para o Tarrafal, uma prisão política em Cabo Verde, sendo-lhe depois fixada residência em Portugal, de onde fugiu para o exílio. Aí assumiu a direção do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), do qual já era presidente honorário desde 1962. Em paralelo, desenvolveu uma atividade literária, escrevendo nomeadamente poemas. No dia 17 de Setembro, Angola celebra o Dia do Herói Nacional, comemorando o dia que Agostinho Neto nasceu.
NASCIMENTO: 17 de setembro de 1922 - Ícolo e Bengo, Angola. 
MORTE: 10 de setembro de 1979 - Moscou, Rússia. 
CAUSA DA MORTE: Complicações pós-cirúrgica (estava com câncer de fígado). 
OBS: Agostinho Neto deixou atrás o país um caos. Angola que vivia uma guerra civil, tinha inúmeros presos políticos. Agostinho morreu em um hospital em Moscou de complicações pós-cirúrgica, na tentativa de tratar um câncer de fígado. Foi substituído na presidência de Angola e do MPLA por José Eduardo dos Santos.

Nenhum comentário: