EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE DENNIS BROWN


NOME: Dennis Emmanuel Brown (47 anos) 
QUEM FOI: Cantor de Reggae jamaicano. Ao longo de sua carreira, gravou mais de 75 álbuns e foi um dos pioneiros do Lover rock, um sub-gênero do reggae. Bob Marley, certa vez declarou Brown como seu cantor favorito, e o apelidou de "O Príncipe do Reggae". Começou sua carreira musical aos 12 anos de idade e com essa idade, tornou-se membro do grupo "Bryon Lee e the Dragonaires". Uma visita ao Studio One, ainda com 12 anos, resultou em seus primeiros hits, os singles "No Man Is an Island" e "If I Follow My Heart". Em uma carreira que durou 3 décadas, Dennis trabalhou com muitos dos principais nomes do reggae, começando com Coxon Dodd no Studio One, passando a trabalhar com artistas e produtores, tais como Winston (Niney) Holness, Joe Gibbs, Derrick Harriott, Herman Chin - Loy, Sidney Crooks, Prince Buster, Randy, Phil Pratt e GG Ranglin entre outros como Clive Hunt e Willie Lindo, Errol Thompson, Sly & Robbie, Gussie Clarke, Tad Dawkins, Trevor Bow, Bunny Lee e Delroy Wright. 
NASCIMENTO: 1 de fevereiro de 1952 - Kingston, Jamaica.
MORTE: 1 de julho de 1999 - Kingston, Jamaica.
CAUSA DA MORTE: Pneumonia.
OBS: Dennis Brown sofria por ter apenas um pulmão e faleceu depois de contrair uma pneumonia. Deixou uma esposa e 13 filhos. Durante o seu funeral, uma multidão de 10.000 pessoas passaram pelo caixão. Mais tarde, seus fãs assistiram a uma homenagem na arena nacional, que incluiu performances de Maxi Priest e Shaggy, bem como uma apresentação de cinco de seus filhos. O Primeiro-ministro jamaicano Patterson liderou os elogios, enquanto Dennis Brown tornou-se o terceiro artista, depois de Bob Marley e Peter Tosh a ser enterrado como Herói Nacional.

Nenhum comentário: