EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE MOSHE DAYAN


NOME: Moshe Dayan (66 anos) 
QUEM FOI: Militar e político otomano/israelense, responsável pelas mais importantes vitórias de Israel nas guerras contra seus vizinhos árabes, Dayan foi também um dos principais arquitetos dos acordos de paz de Camp David, os primeiros que se firmaram entre o governo de Israel e um país árabe (o Egito). Com 14 anos iniciou a carreira militar na Haganá (guerrilha sionista) que combatia os árabes. Em 1948, na luta pela independência, comandou a região militar de Jerusalém. Na chefia das forças armadas desde 1953 por cinco anos, planejou e liderou a invasão da península do Sinai, em 1956, o que lhe valeu a reputação de grande comandante militar. Dayan foi eleito para o Knesset (Parlamento) em 1959 e designado Ministro da Agricultura no governo de David Ben-Gurion. Dayan também foi arqueólogo amador e escritor. Entre os publicados no Brasil está “Guerra do Sinai” (Bloch Editores). 
NASCIMENTO: 20 de maio de 1915 - Degania Alef, Palestina. 
MORTE: 16 de outubro de 1981 - Tel Aviv, Israel. 
CAUSA DA MORTE: Ataque cardíaco fulminante (estava com câncer de cólon)  
OBS: Em 2005, seu tapa-olho foi colocada à venda no Ebay com um lance inicial de US $ 75,000 dólares. Moshe ficou cego de um olho quando este foi atingido por um tiro enquanto observava pelos binóculos, na época da invasão ao Líbano. Foi sepultado em Naalal, uma pequena aldeia na Baixa Galileia, local onde ele viveu sua infância.

Nenhum comentário: