EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE RADAMÉS GNATTALI


NOME: Radamés Gnattali (82 anos) 
QUEM FOI: Compositor, arranjador e instrumentista brasileiro. Estudou com Guilherme Fontainha no Conservatório de Porto Alegre; na Escola Nacional de Música, com Agnelo França. Terminou o curso de piano em 1924 e fez concertos em várias capitais brasileiras, viajando também como violista do Quarteto Oswald, desde então passou a estudar composição e orquestração. Em 1939 substituiu Pixinguinha como arranjador da gravadora RCA Victor. Durante trinta anos trabalhou como arranjador na Rádio Nacional. Em 1960 embarcou para Europa, apresentando-se num sexteto que incluía Acordeão, Guitarra, Bateria e Contrabaixo. Foi contemporâneo de compositores como Ernesto Nazareth, Chiquinha Gonzaga, Anacleto de Medeiros e Pixinguinha. Radamés foi um dos mestres mais requisitados nesse período, demonstrando uma jovialidade que encantou novos chorões como Joel Nascimento, Raphael Rabello e Maurício Carrilho. 
NASCIMENTO: 27 de janeiro de 1906 - Porto Alegre, RS, Brasil. 
MORTE: 13 de fevereiro de 1988 - Rio de Janeiro, Brasil. 
CAUSA DA MORTE: Derrame cerebral 
OBS: A saúde começou a fraquejar em 1986, quando Radamés sofreu um derrame que o deixou com o lado direito do corpo paralisado. Em 1988, em decorrência de problemas circulatórios, sofreu outro derrame, falecendo no dia 13 de fevereiro de 1988 na cidade do Rio de Janeiro.

Nenhum comentário: