EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE DIAS GOMES


NOME: Alfredo de Freitas Dias Gomes (76 anos) 
QUEM FOI: Romancista, escritor, dramaturgo e novelista brasileiro, autor de novelas conhecidas no Brasil como “O Bem Amado” e “Roque Santeiro” e o filme "O Pagador de Promessas". Era membro da Academia Brasileira de Letras. Também conhecido pelo seu casamento com a também escritora Jenete Stocco Emmer (Janete Clair). Escreveu a primeira peça teatral aos 15 anos, a “Comédia dos Moralistas”. A peça foi premiada no Concurso do Serviço Nacional de Teatro em 1939, embora nunca tenha sido encenada. Em 1942 foi encenada “Pé de Cabra", censurada pelo Estado Novo, regime ditatorial implantado pelo presidente Getúlio Vargas. Dias Gomes escreveu radionovelas nos anos 50, mas deixou de exercer a atividade com a chegada da ditadura militar em 1964. A peça teatral que causou maior repercussão foi “O Pagador de Promessas”, sucesso de crítica no cinema, onde ganhou Palma de Ouro de Cannes em 1962. 
NASCIMENTO: 19 de outubro de 1922 - Salvador, BA, Brasil. 
MORTE: 18 de maio de 1999 - São Paulo, Brasil. 
CAUSA DA MORTE: Traumatismo craniano devido a acidente de carro. 
OBS: Dias Gomes estava no banco de trás de um táxi com Bernadete (esposa) quando o motorista, em manobra imprudente, fez uma conversão proibida e foi atingido por um ônibus que vinha na mesma direção. O dramaturgo, que estava sem cinto de segurança, foi projetado para fora do Fiat Uno de quatro portas, bateu a cabeça na mureta que separa as pistas para ônibus e automóveis comuns na avenida Nove de Julho (região sudoeste) e morreu na hora. Foi Sepultado no mausoléu da Academia Brasileira de Letras, no cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro.

Nenhum comentário: