Você gosta de IMAGENS HISTÓRICAS? Experimente o Facebook @capsulahistorica, ou o blog: www.FOTONAHISTORIA.blogspot.com

MORTE DE GRAÇA ARANHA


NOME: José Pereira da Graça Aranha (62 anos) 
QUEM FOI: Escritor e diplomata brasileiro, e um imortal da Academia Brasileira de Letras, considerado um autor pré-modernista no Brasil, sendo um dos organizadores da Semana de Arte Moderna de 1922.  Bacharelou-se em direito pela antiga Faculdade do Recife. Atuou como advogado e juiz. Foi membro fundador da Academia Brasileira de Letras e ingressou mais tarde na diplomacia, em cuja carreira se destacou pelos seus dotes de patriotismo de cultura e inteligência. Tendo divergido do golpe de Estado de Deodoro (1891 – no qual o proclamador da República dissolveu o Congresso e estabeleceu um governo autoritário), Graça Aranha moveu contra o presidente tenaz oposição, razão pela qual foi demitido do cargo que exercia no Rio de Janeiro como procurador. Após o episódio, Aranha partiu para o Espírito Santo, para assumir um posto de juiz municipal em uma cidadezinha do interior do estado, oportunidade que lhe rendeu material para o seu trabalho mais reconhecido, “Canaan”, publicado com grande sucesso editorial em 1902.
NASCIMENTO: 21 de junho de 1868 - São Luís, MA, Brasil.
MORTE: 26 de janeiro de 1931 - Rio de Janeiro, Brasil.
CAUSA DA MORTE: Edema pulmonar. 
OBS: Está sepultado no Cemitério de São João Batista (Rio de Janeiro).



EDEMA PULMONAR é um acúmulo anormal de líquido nos pulmões que leva à falta de ar. Geralmente é causado por insuficiência cardíaca. Devido à insuficiência cardíaca, a pressão nas veias pulmonares aumenta. À medida que a pressão nesses vasos sanguíneos aumenta, o líquido é empurrado para dentro dos espaços aéreos dos pulmões (alvéolos). Esse líquido interrompe o fluxo normal de oxigênio nos pulmões, resultando em falta de ar.

Nenhum comentário: