Você gosta de IMAGENS HISTÓRICAS? Experimente o Facebook @capsulahistorica, ou o blog: www.FOTONAHISTORIA.blogspot.com

MORTE DE HIPÓCRATES

 

NOME: Hypocrates (c. 83 anos)   
QUEM FOI: Médico grego. Foi considerado o pai da Medicina, o mais célebre médico da Antiguidade e o iniciador da observação clínica. É referido como uma das grandes figuras entre Sócrates, Aristóteles durante o florescimento intelectual ateniense . Hipócrates era um asclepíade, isto é, membro de uma família que durante várias gerações praticara os cuidados em saúde. Nas obras hipocráticas há uma série de descrições clínicas pelas quais se pode diagnosticar doenças como a malária, papeira, pneumonia e tuberculose. Para ele, muitas epidemias relacionavam-se com fatores climáticos, raciais, dietéticos e do meio onde as pessoas viviam. Muitos de seus comentários nos Aforismos são ainda hoje válidos. Seus escritos sobre anatomia contêm descrições claras tanto sobre instrumentos de dissecação quanto sobre procedimentos práticos.
NASCIMENTO:  c. 460 a.C. - Cós, Grécia.  
MORTE: 377 a.C. - Tessália, Grécia.  
CAUSA DA MORTE: Possível infarto do miocárdio.   
OBS: Dentre as versões sobre a morte de Hipócrates, a mais difundida é sobre um discípulo seu que, vindo da Pérsia, demonstrava muita inteligência e constantemente questionava Hipócrates de modo a deixá-lo embaraçoso as vezes. Quando chegou a seus ouvidos que o jovem persa comentara sobre seus embaraços para responder alguns questionamentos, Hipócrates, movido pela vaidade, desafiou o jovem para um "duelo de conhecimentos". A prova consistia em preparar um veneno mortal para o seu adversário, e este prepararia o antídoto, que tomaria em seguida. O Jovem bebeu o veneno preparado por Hipócrates, mas logo ingeriu o antídoto e permaneceu em pé, vivo, em tom de desafio para com Hipócrates. Quando a situação se inverteu, o velho médico ingeriu o veneno feito pelo jovem persa e logo depois seu auto-antídoto, mas, em alguns segundos, seus joelhos dobraram, cambaleou, contorceu a face, deu o último suspiro e faleceu. Quando avançaram contra o jovem e questionaram o por que dele ter matado Hipócrates, o jovem respondeu que havia apenas entregue ao mestre, um copo de água fresca e pura, que aprendera com ele mesmo ser um ótimo remédio para tratar os pacientes. Provavelmente Hipócrates enfartou, pela pressão psicológica do momento.

Nenhum comentário: