Você gosta de IMAGENS HISTÓRICAS? Experimente o Facebook @capsulahistorica, ou o blog: www.FOTONAHISTORIA.blogspot.com

MORTE DE PITÁGORAS


NOME: Pythagóras (c. 80 anos) 
QUEM FOI: Filósofo e matemático grego. foi o fundador de uma escola de pensamento grega denominada em sua homenagem de pitagórica. Teve como sua principal mestra, a filósofa e matemática Temstocléia. Fundou uma escola mística e filosófica em Crotona (colônias gregas na península itálica), cujos princípios foram determinantes para a evolução geral da matemática e da filosofia ocidental sendo os principais temas a harmonia matemática, a doutrina dos números e o dualismo cósmico essencial. Sob o aspecto religioso, a escola filosófica iniciada por Pitágoras defende a crença na imortalidade da alma, e para ele o objetivo da vida era evitar a reencarnação; o método para isso era praticar a virtude e não ter a necessidade de se reencarnar. 
NASCIMENTO:  c. 580 a.C. - Samos, Ásia Menor. 
MORTE: c.500 a.C. - Metaponto, Itália (colônia grega antigamente). 
CAUSA DA MORTE: Possível inanição. 
OBS: Existem várias versões sobre a morte de Pitágoras; existe uma teoria que alguns homens, por serem recusados a fazerem parte da Escola fundada por Pitágoras, resolveram incendiar sua casa com ele dentro, mas a versão mais aceita, que remota a época de Platão, é a que Pitágoras fugiu desses pretendentes a discípulos, que de fato existiram, alcançou Metaponto (a cidade) e lá, acreditando que oitenta anos era suficiente tempo de vida, deixou-se de alimentar durante 40 dias, vindo a morrer de inanição. 


INANIÇÃO é a extrema debilidade ou fraqueza por falta de alimentação. A inanição leva o organismo a consumir os próprios nutrientes que o consistem. Os carboidratos, por exemplo, que se armazenam principalmente no fígado e nos músculos, são quase totalmente consumidos durante as primeiras 24 horas de jejum. A seguir, consome-se proteínas, e muitos tecidos podem perder até metade delas antes que as células morram. O processo é irreversível em caso de jejum total e a morte sobrevem entre a quarta e a sétima semana.

Nenhum comentário: