Você gosta de IMAGENS HISTÓRICAS? Experimente o Facebook @capsulahistorica, ou o blog: www.FOTONAHISTORIA.blogspot.com

MORTE DE D. MIGUEL I DE PORTUGAL

 
 
NOME: Miguel Maria do Patrocínio João Carlos Francisco de Assis Xavier de Paula Pedro de Alcântara António Rafael Gabriel Joaquim José Gonzaga Evaristo de Bragança e Bourbon (64 anos) 
QUEM FOI: Rei de Portugal entre 1828 e 1834, tendo sido o terceiro filho do Rei Dom João VI e de D. Carlota Joaquina de Bourbon. Cognominado de O Tradicionalista, foi detentor, sucessivamente, dos títulos de Infante de Portugal, Senhor do Infantado e duque de Beja, Infante de Portugal, duque de Bragança e senhor de Samora Correia, Príncipe-regente de Portugal e, posteriormente, Rei de Portugal. D. Miguel era um homem de ideais católicos e tradicionalistas, os quais defendia com frontalidade. Era pouco popular entre a burguesia, mais aberta à influência do ideário liberal, mas gozava de grande popularidade entre o povo, que, caído na miséria após as guerras contra Espanha e França, via num rei forte a figura de um salvador.
NASCIMENTO: 26 de Outubro de 1802 - Queluz, Portugal.
MORTE: 14 de Novembro de 1866, Bronnback, Grão-ducado de Baden, hoje Lhor, França.
CAUSA DA MORTE: Possível infarto do miocárdio.
OBS: D. Miguel estava de férias com a família em Lhor (hoje território francês) junto com sua esposa e sete filhos.Passou o dia bem, mas à noite, um pouco indisposto, recolheu-se a seus aposentos, por volta das 22h. Meia hora depois ele queixa-se a seu criado: Sinto muito calor, até estou suando. Sinto uma opressão no peito  custa-me a respirar. A família se reuniu no quarto e não deu tempo de esperar o médico, pois D. Miguel faleceu subitamente à 1h da manhã.

Nenhum comentário: