EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE JANETE CLAIR


NOME: Jenete Stocco Emmer Dias Gomes (58 anos)     
QUEM FOI: Escritora brasileira, autora de folhetins para rádio e televisão. O sobrenome Dias Gomes vem do marido, o também escritor Alfredo de Freitas Dias Gomes. Ainda na adolescência, na pequena cidade de Conquista, no Triângulo Mineiro, no vale do Rio Grande, próxima a Uberaba, em Minas Gerais, a jovem Jenete escrevia contos e fábulas, dando asas à sua incrível capacidade criativa. Por razões familiares, pelo grande sonho de ser escritora e pelo avassalador desejo de mudanças, foi para a Cidade de São Paulo, onde muito jovem, com apenas 16 anos, iniciou a carreira de rádio atriz na Rádio Tupi. Adotou o sobrenome artístico Clair, inspirada na música "Clair de Lune" de Claude Debussy por sugestão de Otávio Gabus Mendes. Nos anos 70 escreveu algumas das telenovelas de maior sucesso da história televisiva nacional, como Irmãos Coragem (1970), Selva de Pedra (1972) e Pecado Capital (1975), período este em que passou a ser chamada de "a maga das oito", por garantir índices de audiência estratosféricos nas telenovelas exibidas neste horário, sendo, em muitas, indiscutivelmente imbatível.
NASCIMENTO: 25 de abril de 1925 - Conquista, MG, Brasil.
MORTE: 16 de novembro de 1983 - Rio de Janeiro, Brasil.
CAUSA DA MORTE: Câncer intestinal.
OBS: Morreu precocemente, vitimada por um câncer no intestino, enquanto escrevia a telenovela Eu Prometo, que deixou inacabada. Esta acabou sendo concluída pela colaboradora Glória Perez, que viria a tornar-se reconhecida e respeitada novelista, e pelo seu viúvo Dias Gomes.

Nenhum comentário: