Você gosta de IMAGENS HISTÓRICAS? Conhece o mais completo acervo desse tipo de arquivo da internet brasileira? www.FOTONAHISTORIA.blogspot.com

MORTE DE LAURO CORONA


NOME: Lauro del Corona (32 anos) 
QUEM FOI: Ator brasileiro. Ao atuar na peça infantil Simbad, o Marujo, no Rio de Janeiro, foi descoberto pelos diretores e atores Ziembinski e Paulo José, que o convidaram para participar do especial de televisão Ciranda, Cirandinha. A partir daí, participou de diversas telenovelas e filmes, tendo se destacado, inicialmente, em Dancin' Days (1978), de Gilberto Braga. Foi também presença de destaque em Marina, Baila Comigo, Elas por Elas, Louco Amor, Corpo a Corpo e Direito de Amar. Estreou no cinema em O Sonho não Acabou, em 1982, e dois anos depois fez Bete Balanço,, filme com música tema da banda Barão Vermelho cantada por Cazuza, que era seu primo e com quem tinha impressionante semelhança física. Também alcançou algum sucesso como cantor e apresentador do programa Globo de Ouro, nos anos 80. Algumas das músicas são: Não vivo sem meu rock, O Céu por um beijo e Tem que provar. A última telenovela foi Vida Nova, de 1988, no papel de um imigrante português que namorava uma judia brasileira, interpretada por Deborah Evelyn.
NASCIMENTO: 6 de julho de 1957 - Rio de Janeiro, Brasil.
MORTE:  20 de julho de 1989 - Rio de Janeiro, Brasil.
CAUSA DA MORTE: Infecção respiratória e insuficiência renal aguda devida a Aids.
OBS:O atestado de óbito do ator apontou como causas da morte complicações como infecção respiratória, septicemia, infecção, miocardite, insuficiência renal aguda e hemorragia digestiva alta. Em nenhum momento foi citada a palavra AIDS, o que reforçou um comportamento adotado pelo jovem galã de telenovelas da Globo e os familiares nos últimos meses de vida: o de negar veementemente a doença. Lauro Corona não comentava com os amigos que era portador do vírus e nem aceitava a condição - tratava os sintomas das doenças oportunistas com homeopatia.
Os boatos de que estaria com AIDS surgiram em janeiro de 1989, quando o ator pediu afastamento da telenovela Vida Nova, na qual era protagonista, alegando estafa. Voltou dois meses depois, muitos quilos mais magro e com uma visível queda de cabelo. Logo em seguida mudou-se para a casa dos pais, isolando-se até mesmo dos amigos. Quando o estado de saúde piorou, foi internado, mas os pais proibiram a Clínica São Vicente na Gávea de dar qualquer informação à imprensa sobre o estado de saúde do filho.
Lauro Corona morreu depois de nove dias internado na conceituada Clínica São Vicente, e foi enterrado no Cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro.