EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE ARTHUR SCHOPENHAUER


NOME: Arthur Schopenhauer (72 anos) 
QUEM FOI: Filósofo alemão do século XIX. Seu pensamento sobre o amor é caracterizado por não se encaixar em nenhum dos grandes sistemas de sua época. Sua obra principal é "O mundo como vontade e representação" (1819), embora o seu livro "Parerga e Paralipomena" (1851) seja o mais conhecido. Schopenhauer foi o filósofo que introduziu o budismo e o pensamento indiano na metafísica alemã. Ficou vulgarmente conhecido por seu pessimismo e entendia o budismo (e a essência da mensagem cristã, bem como o essencial da maior parte das culturas religiosas de todos os povos em todos os tempos) como uma confirmação dessa visão realista-pessimista. Schopenhauer também combateu fortemente a filosofia hegeliana e influenciou fortemente o pensamento de Eduard von Hartmann e Friedrich Nietzsche.
NASCIMENTO: 22 de fevereiro de 1788 - Danzig, Prússia.
MORTE: 21 de setembro de 1860 - Frankfurt, Alemanha.
CAUSA DA MORTE: Insuficiência cardíaca.

OBS: Schopenhauer acreditava no amor como meta na vida, mas não acreditava que ele tinha a ver com a felicidade.