EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE ALEXANDRE I DA GRÉCIA


NOME: Grigoriy Yefimovich Rasputin (27 anos) 
QUEM FOI: Rei da Grécia de 1917 a 1920. Durante um breve período de três anos, foi também rei dos Helenos (1917-1920). Era o segundo filho de Constantino I da Grécia, e de sua esposa, Sofia da Prússia. A sua única filha, Alexandra da Grécia, nascida já depois da sua morte, viria a ser rainha da Iugoslávia, através do seu casamento com o rei Pedro II Karadjordjevic.
NASCIMENTO: 1 de agosto de 1893 - Atenas, Grécia.
MORTE: 25 de outubro de 1920  - Atenas, Grécia.
CAUSA DA MORTE: Sepse causada por mordida de macaco e de cachorro.
OBS: Alexandre estava caminhando pelos jardins reais quando seu cachorro foi atacado por um macaco. O rei tentou proteger seu animal de estimação, recebendo mordidas tanto do macaco quanto do cachorro. Ambos estavam contaminados, provocando em Alexandre uma infecção que evoluiu para sepse. Ele morreu três semanas depois. 


SEPSE, septicemia, ou sépsis é uma infecção geral grave do organismo por germes patogênicos. A septicemia pode se desenvolver a partir de qualquer infecção sistêmica grave. A grande maioria dos germes responsáveis pela sepsis causada na comunidade são bactérias, oriundas das infecções como: pneumonia comunitária adquirida, infecção alta do trato urinário ou meningite.