EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DO PAPA GREGÓRIO V

NOME: Bruno de Carínthia (27 anos) 
QUEM FOI: Papa da Igreja Católica Apostólica Romana e Soberano da Cidade do Vaticano de 3 de maio de 996 até a sua morte. Embora muito jovem, Bruno era culto, severo e resoluto. Acompanhou-o luzida comitiva de arcebispos e príncipes e os romanos confirmaram com júbilo a escolha. Um dos objetivos de Gregório era a universalidade da Sé Apostólica de Roma. Em 21 de maio de 996, em Roma, coroou o imperador Otão. Os dois jovens, Otão com 16 e Gregório V com 25 anos, idealizaram um programa para a Igreja e para o Império em um sínodo (
reunião convocada pela autoridade eclesiástica) que se seguiu à coroação. Foram anistiados os chefes de passadas rebeliões, ato de bondade pago com grande ingratidão. Crescêncio tramou contra o papa, que insistia em moralizar a cidade. A nobreza dissoluta aprovou a revolta contra o rigoroso papa alemão
NASCIMENTO: 970 - Saxônia, Alemanha.
MORTE: 18 de fevereiro de 999 - Roma, Itália.
CAUSA DA MORTE: Malária ou envenenado.
OBS: Alguns pesquisadores acreditam que o papa foi envenenado, pois era cercado de inimigos na igreja.