EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE FRITZ SAUCKEL


NOME:  Ernst Friedrich Christoph Sauckel (54 anos) 
QUEM FOI: Plenipotenciário Geral para o Emprego de Trabalhadores do III Reich, um criminoso de guerra nazista julgado e condenado à morte pelo Tribunal de Nuremberg, por organizar o emprego sistemático em trabalho escravo de milhões de homens e meninos dos países da Europa ocupada durante a II Guerra Mundial. Filho de um carteiro, Sauckel foi educado nas escolas locais da Baixa Francônia, Alemanha, onde nasceu. Deixou os estudos cedo, quando sua mãe adoeceu. Entrou para a Marinha Mercante da Noruega e da Suécia aos quinze anos e conheceu o mundo nesta função. Ele estava a bordo de um navio alemão em direção à Austrália quando a I Guerra Mundial estourou, sendo capturado e internado como prisioneiro na França, junto com a tripulação, até novembro de 1919. Após a guerra, retornou à Alemanha, conseguiu emprego numa fábrica e estudou engenharia até 1922. No ano seguinte, se filiou ao Partido Nazista, casando-se em 1924 e chegou a ser pai de dez filhos.
NASCIMENTO: 27 de outubro de 1891 - Hassfurt, Alemanha.
MORTE: 16 de outubro de 1946 - Nuremberg, Alemanha
CAUSA DA MORTE: Executado por enforcamento.
OBS: Preso ao final da guerra, foi um dos réus dos Julgamentos de Nuremberg, onde foi acusado de conspiração para cometer crimes contra a paz, crimes contra a humanidade, planejar e iniciar guerra de agressão e uso de trabalho escravo. Sauckel defendeu-se no tribunal insistindo que seu trabalho “nada tinha a ver com exploração de trabalho escravo, mas sim uma maneira econômica de fornecer trabalhadores para a Alemanha”. Negou que usasse de trabalho escravo ou que seria comum assassinar trabalhadores através de trabalhos forçados ou maltratá-los.
Foi considerado culpado de crimes contra a humanidade e enforcado em 16 de outubro de 1946. Suas últimas palavras foram: “Estou morrendo inocente, minha sentença não é justa. Deus proteja a Alemanha”.