EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE ÉSQUILO


NOME: Ésquilo (c. 69 anos)
QUEM FOI: Dramaturgo e poeta trágico grego. É reconhecido frequentemente como o pai da tragédia, e é o mais antigo dos três trágicos gregos cujas peças ainda existem (os outros são Sófocles e Eurípedes). De acordo com Aristóteles, Ésquilo aumentou o número de personagens usados nas peças para permitir conflitos entre eles; anteriormente, os personagens interagiam apenas com o coro. Apenas sete de um total estimado de setenta a noventa peças feitas pelo autor sobreviveram à modernidade
NASCIMENTO: c. 525 a.C. - Elêuses, Grécia.
MORTE: 456 a.C. - Sicília, Comuna Italiana.
CAUSA DA MORTE: Traumatismo craniano causado por uma tartaruga.
OBS.: O poeta foi morto por uma tartaruga (ou jabuti). Segundo contam, o animal caiu das garras de uma águia que voava, e foi direto na cabeça de Ésquilo, causando-lhe traumatismo craniano. Como é costuma as águias capturarem esse tipo de animal e lançá-los sobre uma rocha para quebrar o casto, não se sabe se se a águia soltou o animal de propósito ou se escorregou e atingiu acidentalmente a cabeça do poeta.


Nenhum comentário: