EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE ANÍBAL


NOME: Hannibal (64 anos)
QUEM FOI: General cartaginês. Considerado por muitos como um dos maiores táticos militares da história. Seu pai, Amílcar Barca, foi o principal comandante cartaginês durante a Primeira Guerra Púnica, travada contra Roma; seus irmãos mais novos foram os célebres Magão e Asdrúbal, e seu cunhado foi Asdrúbal, o Belo. Foi um dos generais mais ativos da Segunda Guerra Púnica, quando levou a cabo uma das façanhas militares mais audazes da Antiguidade: Aníbal e seu exército, onde se incluíam elefantes de guerra, partiram da Hispânia e atravessaram os Pirenéus e os Alpes com o objetivo de conquistar o norte da península Itálica. Ali derrotou os romanos em grandes batalhas campais como a do lago Trasimeno ou a de Canas, que ainda se estuda em academias militares na atualidade. Apesar de seu brilhante movimento, Aníbal não chegou a capturar Roma.
NASCIMENTO: 247 a.C. - Cartago, Norte da África.
MORTE: 183 a.C. - Bitínia, hoje Turquia.
CAUSA DA MORTE: Suicídio por envenenamento. 
OBS.: Aníbal não queria se render a seu inimigo Cipião, o Africano, então bebeu uma pequena porção de veneno que ele sempre trazia consigo. Alguns pesquisadores afirmam que ele guardava o veneno num anel, outros que ele trazia num pingente de dente de elefante.