EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE MÁRIO GUSMÃO


NOME: Mário Gusmão (68 anos) 
QUEM FOI: Ator, coreógrafo e dançarino brasileiro. Nasceu no dia em que os terreiros baianos comemoram o grande orixá Ogum. Começou a vida como servente num presídio de Salvador. Mas a curiosidade pessoal e o estímulo da família fizeram com que se dedicasse aos estudos, atingindo os limites a que os jovens negros e pobres conseguiam chegar na época e indo mais além. Foi o primeiro negro formado na Faculdade de Teatro da UFBA (Universidade Federal da Bahia). Ë considerado precursor dos movimentos negros de Ilhéus e Itabuna pelos militantes destes municípios. Foi durante sua estada na região, na década de 1980, que surgiram várias entidades importantes para a história de luta do movimento negro. Foi intensa a sua produção artística: participou de dezenas de peças de teatro, de novelas e seriados da televisão brasileira; fez dezesseis filmes, além de inúmeros espetáculos de dança. Ganhou destaque no cinema com Glauber Rocha nos anos de maior efervescência cultural do país. Atuante no movimento negro apoiou a formação dos mais tradicionais blocos afros de Salvador. Já na década de 80, revelou artistas no interior. 
NASCIMENTO: 20 de janeiro de 1928 - Cachoeira-BA, Brasil. 
MORTE: 20 de novembro de 1996 - Salvador-BA, Brasil. 
CAUSA DA MORTE: Câncer generalizado. 
OBS: No dia 20 de novembro de 1996 - dia nacional da consciência negra - ele morreu no Hospital Português, onde estava internado, em consequência de um câncer generalizado. Morreu aos 68 anos como sempre foi sua vida: lutando. Foi um dos fortes referenciais de resistência negra através dos palcos e das telas. Pierre Verger o chamava de "Príncipe".

Nenhum comentário: