EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE STAN FOX


NOME: Stanley Cox Fox (48 anos) 
QUEM FOI: Automobilista norte-americano. Disputou apenas uma temporada completa da extinta Fórmula Indy, em 1984. Entre 1987 e 1995, correu apenas as 500 Milhas de Indianápolis. Fox, que era formado em marketing, iniciou a carreira pilotando midgets, ganhando o Campeonato Nacional da modalidade em 1979, e venceria a divisão de Belleville Nationals no mesmo ano e em 1980. Foi pilotando este tipo de carro que alcançou seus melhores momentos como automobilista, tendo vencido inclusive a Copper World Midget, uma das divisões de midgets mais importantes dos EUA, por três vezes. Em 23 temporadas, foram 19 vitórias - número considerado expressivo, uma vez que boa parte dos principais pilotos da Indy e da NASCAR começaram a correr em midgets. Em 1984, Fox disputou sua primeira - e única - temporada completa na antiga Fórmula Indy (que não deve ser confundida com a atual IndyCar Series, resultante da unificação entre IRL e CART, em 2008) pela equipe Pabst, não se classificando para sete das doze corridas que disputou. A partir daí, decidiu não correr as demais provas, com exceção das 500 Milhas de Indianápolis, tentando se classificar pela primeira vez ainda em 1984, mas problemas em seu March causaram um acidente e Fox não conseguiu a vaga, assim como outros 23 pilotos. Após essa experiência, voltou a disputar campeonatos de midgets até 1986. 
NASCIMENTO: 7 de julho de 1952 - Janesville, EUA. 
MORTE: 18 de dezembro de 2000 - Waiouru, Nova Zelândia. 
CAUSA DA MORTE: Acidente de carro (carro de passeio). 
OBS: Em 18 de dezembro de 2000, Stan Fox sofreu um acidente na cidade de Waiouru, cidade localizada a 320 quilômetros ao sul de Auckland, na Nova Zelândia. Em uma rodovia, seu furgão bateu com um outro carro, e Fox seria declarado oficialmente morto no dia seguinte, aos 48 anos de idade. Supostamente, o acidente teria sido motivado por uma crise convulsiva do ex-piloto, que passaria a sofrer com o problema após o acidente na Indy 500 de 1995.

Nenhum comentário: