Você gosta de IMAGENS HISTÓRICAS? Experimente o Facebook @capsulahistorica, ou o blog: www.FOTONAHISTORIA.blogspot.com

MORTE DE JOAQUIM NABUCO


NOME: Joaquim Aurélio Barreto Nabuco de Araújo (60 anos) 
QUEM FOI: Político, diplomata, historiador, jurista, orador e jornalista brasileiro formado pela Faculdade de Direito do Recife. Foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras. Na data de seu nascimento, 19 de agosto, comemora-se o Dia Nacional do Historiador. Foi um dos grandes diplomatas do Império do Brasil (1822-1889), além de orador, poeta e memorialista. Além de O Abolicionismo, Minha Formação figura como uma importante obra de memórias, onde se percebe o paradoxo de quem foi educado por uma família escravocrata, mas optou pela luta em favor dos escravos. Nabuco era um monarquista e conciliava essa posição política com sua postura abolicionista. Atribuía à escravidão a responsabilidade por grande parte dos problemas enfrentados pela sociedade brasileira, defendendo, assim, que o trabalho servil fosse suprimido antes de qualquer mudança no âmbito político. 
NASCIMENTO: 19 de agosto de 1849 - Recife, PE, Brasil. 
MORTE: 17 de janeiro de 1910 - Washington D.C., EUA. 
CAUSA DA MORTE: Policitemia vera. 
OBS: Nabuco, ao lado de Ruy Barbosa, assumiu posição de destaque na luta pela liberdade religiosa no Brasil que, na época, tinha a religião católica como oficial, constituindo-se em um Estado confessional. Assim como Ruy Barbosa, Nabuco defendia a separação entre Estado e Religião, bem como a laicidade do ensino público.

A POLICITEMIA VERA é uma doença mieloproliferativa, crônica, clonal, incurável e de causa desconhecida. É caracterizada pelo acúmulo de eritrócitos fenotipicamente normais, na ausência de condições que induzem à policitemia secundária. A produção inapropriada de eritrócitos se acompanha de aumento das plaquetas e leucócitos, indicando o comprometimento da célula-tronco hematopoética pluripotente.

Nenhum comentário: