EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE MORITZ SCHLICK


NOME: Moritz Schlick (57 anos)
QUEM FOI: Físico, filósofo e o fundador do positivismo lógico e o Círculo de Viena (um grupo de filósofos e cientistas adeptos da s ciências sociais, da lógica e da matemática que se reuniu regularmente 1924-1936 na Universidade de Viena). Estudou física em Heidelberg, Lausana e na Universidade de Berlim com Max Planck. Em 1904 completou sua tese "sobre a reflexão da luz num meio não-homogêneo". Em 1908 publicou "a sabedoria da vida", um volume curto sobre eudaemonismo, a teoria de que a felicidade é o objetivo ético mais elevado. A sua tese de habilitação, "a natureza da verdade de acordo com a lógica moderna", foi publicada em 1910. Vários ensaios sobre estética seguiram-se, nos quais Schlick virou a sua atenção para problemas da epistemologia, a filosofia da ciência, e questões gerais sobre a ciência. 
NASCIMENTO: 14 de Abril de 1882 - Berlim, Alemanha. 
MORTE: 22 de Junho de 1936 - Viena, Áustria. 
CAUSA DA MORTE: Assassinado com 4 tiros
OBS: Schlick estava atrasado para a sua aula de filosofia do mundo natural na Universidade de Viena. Enquanto ele se dirigia apressado para sua sala, um ex-aluno de doutorado chamado Johann Nelböck, esperava-o na escada. Nelböck já estivera por duas vezes sob custódia psiquiátrica por ameaçar Schlick e recebera o diagnóstico de esquizofrenia paranóide. Às 9:15h quando Schlick chegou ao patamar da escada que dava para as salas de filosofia, Nelböck sacou de uma pistola automática e atirou quatro vezes, à queima-roupa. A quarta bala, que atingiu a perna de Schlick, foi supérflua: a terceira havia perfurado o cólon e o estômago, e as duas primeiras acertaram o coração. O professor, dr. Moritz Schlick, morreu instantaneamente. Hoje, uma inscrição em bronze marca o lugar do assassinato. O estudante foi julgado e sentenciado mas tornou-se um herói para os sentimentos racistas em crescimento na cidade, tendo sido retratado como o "ariano heróico" que se levantou contra a "filosofia Judia sem alma" do Círculo (Schlick não era de ascendência judaica). Numa grotesca manipulação da justiça, o estudante obteve a liberdade condicional pouco depois e viria a tornar-se um membro do partido Nazi austríaco após o Anschluss (anexação da Áustria pela Alemanha Nazi a 12 de Março de 1938).

Nenhum comentário: