EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE VOLTAIRE


NOME: François Marie Arouet (83 anos) 
QUEM FOI: Filósofo iluminista francês. Foi também poeta, ensaísta e dramaturgo. Ele defendia a liberdade de ser e pensar diferente. Foi um pensador que se opôs à intolerância religiosa e à intolerância de opinião existentes na Europa no período em que viveu. Suas ideias reformistas acabaram por fazer com que fosse exilado de seu país de origem, a França. O conjunto de ideias de Voltaire constitui uma tendência de pensamento conhecida como Liberalismo. Exprime na maioria dos seus textos a preocupação da defesa da liberdade, sobretudo do pensar, criticando a censura e a escolástica, como observamos na seguinte frase, escrita por Evelyn Beatrice Hall como tentativa de descrever o espírito de Voltaire: "Posso não concordar com nenhuma palavra do que você disse, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-lo". Foi Iniciado na Maçonaria poucos meses antes de morrer.
NASCIMENTO: 21 de novembro de 1694 - Paris, França. 
MORTE: 30 de maio de 1778 - Paris, França. 
CAUSA DA MORTE: Complicações pulmonares (com presença de hemoptise). 
OBS: Voltaire morreu em grande agonia, pois nos últimos dias teve sérios ataques de hemoptise (tosse com expectoração de sangue) seguida de febre. Nos momentos finais gritava, se debatia, chamava por Deus e as vezes blasfemava contra ele. Ora em voz lamentável, ora com o tom do remorso, e mais amiúde em acessos de furor exclamava: – Jesus Cristo! Jesus Cristo! As pessoas na antecâmara tampavam os ouvidos. Voltaire gritava, se arranhava...chegou a dizer que estava vendo o Demônio no quarto, e gritava, chamava pelo padre, até que em um derradeiro ataque de fúria, deu seu último suspiro e morreu com expressão de sufocado... estava defecado. Seus restos mortais repousam hoje no Panteão de Paris.

Nenhum comentário: