EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE TOMIE OHTAKE


NOME: Tomie Nakakubo (101 anos) 
QUEM FOI: Artista plástica japonesa naturalizada brasileira. Aos vinte e três anos de idade viajou ao Brasil, para visitar um irmão mas não pôde retornar, devido a Segunda Guerra Mundial. É uma das principais representantes do abstracionismo informal. Sua obra abrange pinturas, gravuras e esculturas. Foi premiada no Salão Nacional de Arte Moderna, em 1960; e em 1988, foi condecorada com a Ordem do Rio Branco pela escultura pública comemorativa dos 80 anos da imigração japonesa, em São Paulo. Tomie se destacou também com o trabalho com esculturas em grandes dimensões em espaços públicos, sendo que na 23ª Bienal Internacional de São Paulo, em 1995, teve uma sala especial de esculturas. Atualmente, 27 de suas obras são obras públicas, as quais estão em algumas cidades brasileiras. Em São Paulo, parte delas se tornaram marcos paulistanos, como os quatro grandes painéis da Estação Consolação do Metrô de São Paulo, a escultura em concreto armado na Avenida 23 de Maio e a pintura em parede cega no centro, na Ladeira da Memória. 
NASCIMENTO: 21 de novembro de 1913 - Kyoto, Japão. 
MORTE: 12 de fevereiro de 2015 - São Paulo, Brasil. 
CAUSA DA MORTE: Choque séptico causado por uma broncopneumonia. 
OBS: Tomie Ohtake faleceu no Hospital Sírio-Libanês e seu corpo foi cremado em uma cerimônia só para a família.

Nenhum comentário: