EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE MIGUEL REALE


NOME: Miguel Reale (95 anos) 
QUEM FOI: Filósofo, jurista e educador. Foi um dos líderes do integralismo no Brasil e ideólogo da Ação Integralista Brasileira. Posteriormente, defendeu o liberalismo social. Formou-se pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (1934), onde foi professor catedrático (1941) e reitor da universidade (1949 — 1950; 1969 — 1973). É autor, entre outros, de Filosofia do Direito e de Lições Preliminares do Direito, obras clássicas do pensamento filosófico-jurídico brasileiro. Ficou conhecido como formulador da teoria tridimensional do direito, na qual os elementos da tríade fato, valor e norma jurídica compõem o conceito de direito. Ocupou a cadeira 14 da Academia Brasileira de Letras, a partir de 16 de janeiro de 1975. Escreveu coluna quinzenal no jornal O Estado de S. Paulo, na qual tratou de questões filosóficas, jurídicas, políticas e sociais da atualidade. Em 1969 foi nomeado pelo presidente Artur da Costa e Silva para a “Comissão de Alto Nível”, incumbida de rever a Constituição de 1967. Resultou desse trabalho parte do texto da Emenda Constitucional nº 1, de 17 de outubro de 1969, que consolidou o regime militar no Brasil.
NASCIMENTO: 6 de novembro de 1910 - São Bento do Sapucaí, SP, Brasil.  
MORTE: 14 de abril de 2006 - São Paulo, Brasil. 
CAUSA DA MORTE: Infarto do miocárdio. 
OBS: Miguel Reale sofreu um infarto em sua residência, na região dos Jardins, na zona sul de São Paulo. O velório foi realizado na casa da família e o sepultamento no Cemitério São Paulo, na zona oeste.

Nenhum comentário: