EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE LÍBERO BADARÓ


NOME: Giovanni Battista Libero Badarò (32 anos) 
QUEM FOI: Jornalista, político e médico italiano, formou-se pelas universidades de Turim e Pávia, na Itália. Chegou ao Brasil em 1826, aos 28 anos de idade. Estabelecendo-se em São Paulo, filiou-se à corrente liberal que pregava a autonomia para o Brasil e participou de lutas políticas ligadas à independência. Em 1829 fundou o jornal periódico "Observador Constitucional" onde denunciava os desmandos e excessos cometidos pelos governantes. Já no primeiro dia de circulação, escreveu: "Não devia vegetar no Brasil a planta do despotismo". Um alto funcionário do Judiciário imperial chegou a ser processado como mandante do crime, mas foi absolvido, por falta de provas. Segundo historiadores, a ordem para matar Badaró pode ter partido do próprio imperador dom Pedro I. 
NASCIMENTO: 1798 - Laigueglia, Itália. 
MORTE: 21 de novembro de 1830 - São Paulo, Brasil. 
CAUSA DA MORTE: Assassinado com tiros de bacamarte.  
OBS: Em 20 de novembro de 1830, às 10 horas da noite, quando voltava para sua casa, na rua de São José (mais tarde rua Líbero Badaró), sem perceber que era uma cilada, o jornalista foi interpelado por quatro alemães, a pretexto de lhe entregarem uma correspondência contra o ouvidor Japiaçu, porém recebeu deles, traiçoeiramente, uma carga de bacamarte (arma de fogo longa de cano longo e mais alargado na boca).

Nenhum comentário: