EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE ALBERT SCHWEITZER


NOME: Albert Schweitzer (90 anos) 
QUEM FOI: Teólogo (luterano), músico, filósofo e médico alemão, nascido na Alsácia, então parte do Império Alemão (atualmente, uma região administrativa francesa). Descendente de uma linhagem de importantes políticos locais, Albert Schweitzer foi filho de Louis Schweitzer, cujo pai era Philippe-Chrétien Schweitzer, prefeito de Pfaffenhofen, na Alsácia. Louis era irmão de Charles Schweitzer, pai de Anne-Marie Schweitzer, mãe do filósofo francês Jean-Paul Sartre. depois de concluir os estudos de Medicina transferiu-se em 1913 para a África Equatorial Francesa (Gabão), onde construiu, nas margens do rio Ogoué, um hospital para doenças tropicais e a clínica para leprosos Lambaréné, que desenvolvia uma intensa atividade médica e missionária. Durante a Primeira Guerra Mundial, foi encarcerado pelas tropas francesas e, em 1924, regressou a Lambaréné. Schweitzer tornou-se uma figura lendária devido a sua atividade solitária. No campo teológico, dedicou-se à investigação sobre a vida de Jesus. Em 1951, recebeu o Prêmio da Paz outorgado pelos livreiros alemães e, em 1952, o Prêmio Nobel da Paz. 
NASCIMENTO: 14 de janeiro de 1875 - Kaysersberg, Alemanha. 
MORTE: 4 de setembro de 1965 - Lambaréné, Gabão. 
CAUSA DA MORTE: Causas naturais. 
OBS: Sua sepultura, nas margens do rio Ogooué (Gabão), é marcada por uma cruz que ele mesmo fez.

Nenhum comentário: