EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE D. JOÃO VI DE PORTUGAL



NOME: João Maria José Francisco Xavier de Paula Luís António Domingos Rafael de Bragança (58 anos)   
QUEM FOI: Cognominado O Clemente, foi rei do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves de 1816 a 1822, e desde 1822 até 1825, (na teoria). Desde 1825 foi rei de Portugal até sua morte, em 1826. Pelo Tratado do Rio de Janeiro de 1825, que reconhecia a independência do Brasil do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves, Dom João VI também foi o imperador titular do Brasil, embora tenha sido seu filho Dom Pedro I o imperador do Brasil (na prática). Filho de D. Maria I e de D. Pedro III, casou em 1785 com D. Carlota Joaquina, Infanta de Espanha, filha de Carlos IV e de Maria Luísa de Parma. Um dos últimos representantes do absolutismo, Dom João viveu num período tumultuado, e seu reinado nunca conheceu paz duradoura. Assumiu a regência quando sua mãe, Dona Maria I, foi declarada mentalmente incapaz. Obrigado a fugir de Portugal quando as tropas napoleônicas invadiram o país, chegando à colônia enfrentou revoltas liberais que refletiam eventos similares na metrópole, e foi compelido a retornar à Europa em meio a novos conflitos. Perdeu o Brasil quando seu filho Dom Pedro proclamou a independência e viu seu outro filho, Dom Miguel, rebelar-se buscando depô-lo. 

NASCIMENTO: 13 de maio de 1767 - Lisboa, Portugal. 
MORTE: 10 de março de 1826 - Lisboa, Portugal. 
CAUSA DA MORTE: Envenenado por arsênico.    
OBS: D.João VI, depois dos 40 anos, passou a ter inchaços nas pernas, sofria de vertigens e ataques de melancolia, por padecer de hemorróidas. O Rei morreu ao chupar uma laranja envenenada a mando de Carlota Joaquina, que matou também o cozinheiro, o médico e o cirurgião (quem sabia ou podia desconfiar da causa-mortis  de D. João). O veneno logo se manifestou e D. João passou a sentir mal estar no ventre, até dores agudas, que foram acompanhadas por uma equipe médica; Antes de morrer, o rei teve dores, vômitos e convulsões ou insultos nervosos: resistiu a alguns ataques, até que, às 4:25min do dia 10 de março de 1826, teve um insulto nervoso que resultou em desmaio, seguido de morte.

Nenhum comentário: