EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE WALTER FORSTER

 
NOME: Wálter Gerhard Forste (79 anos)   
QUEM FOI: Ator de rádio, cinema, teatro e pioneiro da televisão brasileira. Em 1935, aos 18 anos, Walter Forster começou sua carreira artística, como locutor na Rádio Educadora de Campinas. Em 1937, mudou-se para São Paulo, onde trabalhou nas Rádio Bandeirantes, Difusora de São Paulo, Tupi, Nacional e Excelsior. Foi locutor, redator, rádio-ator e diretor de rádio-teatro. Walter foi um dos pioneiros da Televisão Brasileira, participando ativamente de sua inauguração em 1950. Como era diretor artístico na Rádio Tupi, ajudou a formar o elenco para a televisão Tupi, PRF3. Foi dele a idéia de realizar a primeira novela para a televisão: “Sua Vida me Pertence”(1951). Escrita, dirigida e protagonizada por ele - onde fazia par romântico com a atriz Vida Alves -, a novela exibiu o primeiro beijo da televisão brasileira. No cinema, atuou na comédia “Toda Donzela tem um Pai que é uma Fera”, em “Os Paqueras” (1969), “Amor Estranho Amor” (1982) e “Eu”, ambos de Walter Hugo Khouri. Além de interpretar, criar e dirigir programas, ele presidiu a Associação dos Pioneiros da Televisão Brasileira.
NASCIMENTO:  23 de março de 1917 - Campinas, SP, Brasil.
MORTE: 3 de setembro de 1996 - São Paulo,  Brasil.
CAUSA DA MORTE: Ataque cardíaco.
OBS: Ganhou cinco vezes o Prêmio Roquette Pinto, como melhor intérprete, melhor ator-galã, melhor narrador de rádio.

Nenhum comentário: