Você gosta de IMAGENS HISTÓRICAS? Experimente o Facebook @capsulahistorica, ou o blog: www.FOTONAHISTORIA.blogspot.com

MORTE DE JACK LONDON


NOME: John Griffith Chaney (40 anos)               
QUEM FOI: Escritor, jornalista e ativista social norte-americano, pioneiro de revistas comerciais de ficção, tendo sido um dos primeiros romancistas a obter celebridade mundial somente com as suas histórias, além de uma enorme fortuna. Dentre as suas obras mais conhecidas, estão "Chamado selvagem", "Antes de Adão", "Caninos Brancos" e "O lobo do mar". Considerado um dos maiores narradores de aventuras, sua influência ultrapassou as fronteiras de seu país e de seu tempo. Hoje, ele é lido em qualquer parte do mundo, como há cem anos, com o mesmo interesse. Em sua vida madura, London se permitiu uma ampla gama de interesses, acumulando uma biblioteca pessoal de quinze mil volumes. Jack London era seu pseudônimo
NASCIMENTO: 12 de janeiro de 1876 - São Francisco, Estados Unidos.
MORTE: 22 de novembro de 1916 - Califórnia, Estados Unidos.
CAUSA DA MORTE: Envenenamento por excesso de morfina ou suposto suicídio.
OBS: London morreu em uma varanda no chalé de seu rancho, tomando morfina em meio a extrema dor e com uma forte disenteria. Embora conste na sua certidão de óbito a causa da morte por uremia, acompanhada de cólica renal aguda (causadas por cálculos renais), algumas fontes sugerem que o uso da morfina em excesso, causou a sua morte por envenenamento. Existem escritores que apostam no suicídio e outros no suicídio acidental, mas a grande maioria julga sua morte como sendo, de fato, causada pela uremia. London era robusto mas teve uma vida caracterizada por doenças, incluindo o escorbuto e, no fim da vida, depressão. O jornalista foi cremado e suas cinzas foram sepultadas, juntamente com as de sua segunda mulher, Charmian (que morreu em 1955), no Parque Histórico Estadual Jack London, em Glen Ellen, Califórnia. 

Nenhum comentário: