EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE CÂMARA CASCUDO

NOME: Luís da Câmara Cascudo (87 anos) 
QUEM FOI: Historiador, antropólogo, advogado e jornalista brasileiro. Passou toda a sua vida em Natal e dedicou-se ao estudo da cultura brasileira. Foi professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Pesquisador das manifestações culturais brasileiras, deixou uma extensa obra, inclusive o Dicionário do Folclore Brasileiro (1952). Entre seus muitos títulos destacam-se: Alma patrícia (1921), obra de estréia, Contos tradicionais do Brasil (1946). Estudioso do período das invasões holandesas, publicou Geografia do Brasil holandês (1956). Suas memórias, O tempo e eu (1971) foram editadas postumamente.
NASCIMENTO: 30 de dezembro de 1898 - Natal, RN, Brasil.
MORTE: 30 de julho de 1986 - Natal, RN, Brasil.
CAUSA DA MORTE: Parada cardíaca.
OBS: Cascudinho, como era chamado carinhosamente por amigos, familiares e admiradores de sua obra, sofreu a parada cardíaca às 16h15m, pouco após dirigir-se à mulher — dona Dhalia — com uma expressão de dor — “Dhalia, ai...”. O historiador foi imediatamente transferido para a Unidade de Terapia Intensiva da casa de saúde e recebeu choques elétricos e massagens cardíacas que conseguiram reanimar temporariamente suas funções vitais mas não impediram sua morte. Foi sepultado no Cemitério do Alecrim.

Nenhum comentário: