EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE ISADORA DUNCAN


NOME: Angela Isadora Duncan (50 anos) 
QUEM FOI: Bailarina norte-americana. Considerada a pioneira da dança moderna, causou polêmica ao ignorar todas as técnicas do balé clássico. Sua dança foi inspirada pelas figuras das dançarinas nos vasos gregos encontrados, segundo algumas fontes, no Museu do Louvre; já outras fontes informam que tais vasos foram vistos pela bailarina no museu britânico. Sua proposta de dança era algo completamente diferente do usual, com movimentos improvisados, inspirados, também, nos movimentos da natureza: vento, plantas, entre outros. Os cabelos meio soltos e os pés descalços também faziam parte da personalidade profissional da dançarina. Sua vestimenta era leve, eram túnicas, assim como as das figuras dos vasos gregos. O cenário simples, era composto apenas por uma cortina azul. Outro ponto forte na dança de Isadora é que ela utilizava músicas até então tidas apenas como para apreciação auditiva. Ela dançava ao som de Chopin e Wagner e a expressividade pessoal e improvisação estavam sempre presentes no seu estilo.
NASCIMENTO: 27 de maio de 1877 - São Francisco, EUA.
MORTE: 
14 de setembro de 1927 - Nice, França.
CAUSA DA MORTE: Estrangulada por um cachecol.
OBS: O automóvel conversível estava levando Isadora à toda velocidade quando o cachecol de seda enganchou-se na roda e a arrastou com terrível força, atirando-a com violência contra a rua. Foi arrastada durante vários metros até que o condutor percebeu, por causa dos gritos que vinham da rua. Isadora já estava estrangulada e morreu instantaneamente. Isadora Duncan foi cremado e suas cinzas foram colocadas junto às de seus filhos no columbário em Père Lachaise em Paris. A lápide de seu túmulo contém a inscrição em francês: ". Escola de Ballet da Opera de Paris" (École de Ballet de l'Opéra de Paris).

video

Nenhum comentário: