EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE FIORI GIGLIOTTI


NOME: Fiori Gigliotti (77 anos) 
QUEM FOI: Radialista e locutor esportivo brasileiro. Em sua longa carreira, Fiori Gigliotti narrou partidas de dez Copas do Mundo de Futebol, mas sempre dizia que o maior jogo ao qual assistiu foi o disputado entre Santos e Benfica, na final da Copa Intercontinental de 1962. Em declaração recente, contou um entrevero que teve com o então técnico da Seleção Brasileira de Futebol, Telê Santana, na Copa do Mundo de 1982. Fiori teria cobrado o treinador pelo fato de ele estar fazendo muitas concessões aos jogadores, com muitas saídas com a família e pouco treino. Telê teria respondido que o locutor já estava velho. Fiori celebrizou frases como: "Abrem-se as cortinas e começa o espetáculo", "E o tempo passa…" (quando uma equipe precisava fazer um gol), "Tenta passar, mas não passa!", "Aguenta coração!", "Crepúsculo de jogo", "Agora não adianta chorar" (logo após narrar um gol), "Torcida brasileira", "Uma Beleeeeza de Gol!" e "Um beijo no seu coração".
NASCIMENTO: 27 de setembro de 1928 - Barra Bonita, SP, Brasil.
MORTE: 8 de junho de 2006 - São Paulo, Brasil.
CAUSA DA MORTE: Falência múltiplas dos órgãos devida a câncer de próstata.
OBS: Fiori deu entrada no Hospital Alvorada (São Paulo) com problemas de úlcera e próstata e veio a falecer na madrugada de falência múltipla de órgãos, sendo sepultado no dia seguinte no Cemitério do Morumbi.