EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE DRÁCON


NOME: Drácon (60 anos) 
QUEM FOI: Político revolucionário e legislador ateniense. Elaborou um rígido código de leis baseado nas normas tradicionais arbitradas pelos juízes. Ele foi considerado o primeiro a fazer leis para os atenienses. Uma das suas mais importantes ações foi a elaboração de um código de leis ("thesmi", em grego) que serviram como a primeira constituição escrita da cidade de Atenas. As leis concebidas ficaram conhecidas como o "Código de Drácon", cuja redação ocorreu por volta de 620 a.C. e onde, para quase todos os crimes era aplicada a mesma pena, ou seja, a pena de morte, deixando bem clara a sua característica severidade e intransigência. Os dispositivos deveriam ser seguidos rigorosamente, sempre aplicadas por um magistrado denominado "tesmoteta", o que impedia os nobres eupátridas de interpretarem as leis segundo seus interesses. 
NASCIMENTO: 660 a.C. - Atenas, Grécia. 
MORTE: 600 a.C. - Atenas, Grécia. 
CAUSA DA MORTE: Asfixia (acidentalmente). 
OBS: Drácon foi sufocado por diversos mantos presenteados por admiradores e jogados sobre ele em um teatro em Égina. O seu código de leis durou até a época de Clístenes, que viveu quarenta e sete anos depois. Sólon reteve, do código de Drácon, apenas as leis relativas ao homicídio.