EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE D. PEDRO II DE PORTUGAL


NOME: D. Pedro II de Portugal (58 anos) 
QUEM FOI: Rei de Portugal, de 1683 até sua morte, sucedendo ao irmão Afonso VI, vindo já exercendo as funções de regente do reino desde 1668, devido à instabilidade mental do irmão, D. Afonso VI.
Terceiro filho do rei João IV de Portugal e de Dona Luísa de Gusmão, D. Pedro II foi Senhor da Casa do Infantado. Cognominado de O Pacífico, porque em sua regência que se fez a paz com a Espanha (em 1668). No fim da vida sofreu de dores de garganta, problemas pulmonares, fístula (perfuração) no céu da boca.

NASCIMENTO: 26 de abril de 1648 - Lisboa, Portugal.
MORTE: 9 de dezembro de 1706  - Lisboa, Portugal.
CAUSA DA MORTE: Apoplexia (estava com sífilis).
OBS: Foi feita uma autópsia no corpo de D. Pedro II e o relatório dizia que achou-se toda a região vital infeccionada com vários achaques (defeitos); o fígado tinha grande inchação e a cútis que o cobria pela banda das costas estava branca e se destacava com os dedos. o bofe estava todo negro e na concavidade tinha um receptáculo que teria cerca de 90ml de matéria com todas as qualidades que se requerem para o cozimento da matéria. A pleura na parte esquerda estava esfacelada com uma grande porção de sangue grumoso; o cérebro tinha algum sangue extravasado e o ventrículo esquerdo algumas aguadilha (secreção fina, que semelha a água, que flui das feridas; mucosidade, linfa, serosidade, escorrência). Está sepultado em Lisboa no Panteão dos Braganças.

APOPLEXIA é uma afecção cerebral que surge inesperadamente, acompanhada da privação do uso dos sentidos e/ou da suspensão dos movimentos; em outras palavras, serve como designação genérica para afecções produzidas pela formação rápida de um derrame sanguíneo ou acidente oclusivo no interior de um órgão. Os sintomas e sinais podem variar desde uma simples cefaleia até um quadro mais grave, podendo levar à morte.