EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE JOHNNY ACE


NOME: John Marshall Alexander Júnior (26 anos) 
QUEM FOI: Cantor estadunidense de R&B. Seu pai foi um pregador em Tennessee. Após servir a marinha durante a Guerra da Coreia, Johnny Ace juntou-se à banda de Adolph Duncan, como pianista. Mais tarde, ele juntou-se à banda de BB King. Pouco tempo depois, King saiu de Los Angeles e Bobby Bland se juntou ao exército. Johnny Ace assumiu o vocal da banda, renomeando-a para The Beale Streeters. Em 1952, ele tornou-se "Johnny Ace", e assinou um contrato com a Duke Records (que, originalmente, era apenas uma gravadora de Memphis, associada com a rádio WDIA). O primeiro single (e também primeira gravação) de Johnny Ace foi a balada "My Song", que conseguiu ficar nas paradas de R&B da época durante nove semanas. Em 1968, Aretha Franklin fez um cover da música "My Song". Johnny Ace começou a excursionar bastante, muitas vezes acompanhado pela vocalista Big Mama Thornton. Nos próximos dois anos, Johnny Ace conseguiu oito canções de sucesso nas paradas, incluindo "Cross My Heart", "Please Forgive Me", "The Clock", "Yes Baby", "Saving My Heart for You", e "Never Let Me Go." Em dezembro de 1954, após uma votação nacional organizada pela revista Cash Box, Johnny Ace foi nomeado o "Artista Mais Programado de 1954".
NASCIMENTO:  9 de junho de 1929 - Menphis, EUA.
MORTE:  25 de dezembro de 1955 - Houston, EUA.
CAUSA DA MORTE: Suicídio: tiro na cabeça (brincando de roleta russa)
OBS:No natal de 1954, após excursionar por um ano, Johnny Ace fez uma apresentação no "City Auditorium" em Houston, no Texas. Durante o intervalo da apresentação, Johnny Ace, em seu camarim, começou a brincar com um revólver calibre .22. Os membros de sua banda disseram que, várias vezes, ele foi flagrado em seu carro, dando tiros nas placas de sinalização das rodovias.
Foi amplamente divulgado que Johnny Ace se matou acidentalmente por estar brincando de roleta russa com o seu revólver.Curtis Tillman, o baixista da banda de Big Mama Thornton, que foi uma das pessoas que presenciou a morte de Johnny Ace, concedeu uma entrevista, dizendo: "Eu vou te dizer exatamente o que aconteceu! Johnny Ace havia bebido, e ele ficava agitando essa arma em volta da mesa, até que alguém disse 'Cuidado com isso...', e ele disse 'Está tudo bem! A arma não está carregada, está vendo?', ele apontou a arma para si mesmo, com um sorriso em seu rosto, e Bang! - uma coisa triste, muito triste. Big Mama Thornton saiu correndo do camarim gritando 'Johnny Ace se matou!'".