EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE ÁTILA, O HUNO


NOME: Atila (47 anos)
QUEM FOI:  Um dos bárbaros mais temidos  de todos os tempos. Reinou sobre o maior império europeu ao norte de Roma, pois seu território se estendia desde as estepes da Ásia central até a Alemanha, a Holanda e partes da França, entre 433 e 453. Ainda que seu império tenha morrido com ele e não tenha deixado nenhuma herança notável, tornou-se uma figura lendária da história da Europa. Em grande parte da Europa Ocidental é lembrado como o paradigma da crueldade. A principal fonte de informação sobre Átila é Prisco, um historiador que viajou com Maximino em uma delegação do imperador bizantino Teodósio II em 448. Descreve o povoado construído pelos nômades hunos, e no qual se haviam estabelecido, como do tamanho de uma cidade grande, com sólidos muros de madeira. Ao próprio Átila, Prisco o retrata assim: "Baixo de estatura, de peito largo e cabeça grande; seus olhos eram pequenos, sua barba fina e salpicada de fios brancos; e tinha o nariz chato e a pele morena, mostrando a evidência de sua origem."
NASCIMENTO: 406 - Ásia Central.
MORTE: 453
CAUSA DA MORTE: Excesso de vinho e sexo violento.
OBS: Embora Átila sofresse  havia anos de desvio de septo, fato que o tornara propenso a sofrer sangramentos nasais, acredita-se que morreu graças ao excesso de vinho e sexo violento. Foi encontrado morto com hemorragia nasal depois de uma noite de excessos. Acreditaram naépoca que ele fora envenenado.