EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE ALBERT HOFMANN



NOME:  Albert Hofmann (102 anos) 
QUEM FOI: Cientista suíço, conhecido como o pai do LSD. Depois da popularização da droga para fins não medicinais, causando eventuais problemas (em sua maioria traumáticas bad trips, viagens ruins, efeitos psicológicos induzidos por má utilização), Hofmann escreveu um livro sobre o LSD, de subtítulo meu filho problemático, explorando desde as primeiras experiências oficiais com a substância, passando pelos temas sócio-culturais que a levaram à sua prematura e completa proibição mesmo à prática científica, até as iluminações espirituais pelas quais o autor em si passou sob efeito da substância.
NASCIMENTO: 11 de Janeiro de 1906 - Baden, Suíça.
MORTE: 29 de Abril de 2008 - Burg im Leimental, Suíça.
CAUSA DA MORTE: Ataque cardíaco. 

OBS: Pesquisando uma substância que impedisse o sangramento excessivo após o parto, descobriu ao acaso os efeitos do LSD quando a substância foi acidentalmente absorvida pela pele e viu-se obrigado a interromper momentaneamente o procedimento, devido aos sintomas alucinatórios que estava a sentir. Alguns anos após, pressentindo que havia descoberto algo demasiado misterioso para ser abandonado, repetiu a experiência intencionalmente e maravilhou-se. Inicialmente, a substância foi utilizada como recurso psicoterapêutico e para tratamento de alcoolismo e disfunções sexuais.