MORTE DE ABRAHAM LINCOLN


NOME:  Abraham Lincoln (56 anos)
QUEM FOI: 16° presidente dos Estados Unidos de março de 1861 até seu assassinato em abril de 1865. Liderou o país de forma bem-sucedida durante sua maior crise interna, a Guerra Civil Americana, preservando a União e abolindo a escravidão, fortalecendo o governo nacional e modernizando a economia. Criado em uma família carente na fronteira oeste, Lincoln foi autodidata, se tornou um advogado, líder do Partido Whig, deputado estadual de Illinois durante os anos de 1830, e membro da Câmara dos Representantes por um mandato durante a década de 1840.
NASCIMENTO: 12 de fevereiro de 1809 - Hodgenville, EUA.
MORTE: 15 de abril de 1865 - Washington, EUA.
CAUSA DA MORTE: Assassinado a tiro.
OBS: John Wilkes Booth, um conhecido ator e espião confederado de Maryland, formulara originalmente um plano de sequestrar Lincoln em troca da libertação de prisioneiros confederados. Após presenciar um discurso em 11 de abril no qual Lincoln prometia direito de voto aos negros, enfurecido, Booth mudou de ideia, determinado agora a assassinar o presidente. Em 14 de abril de 1865, ao ficar sabendo que o presidente e a Primeira-dama assistiriam uma peça no Teatro Ford, Booth se dirigiu ao local, onde conseguiu chegar ao camarote, aguardou um momento particularmente engraçado durante a peça, esperando que os risos da plateia abafassem o barulho do tiro. No exato momento, Booth entrou no camarote e disparou à queima-roupa um único tiro contra a cabeça do Presidente. O ssassino fugiu, sendo localizado alguns dias depois. Lincoln foi assassinado com um tiro, disparado pelo ator John Wilkes Booth, durante um espetáculo no teatro Ford, nos EUA. A bala entrou na parte superior da cabeça, por trás da orelha esquerda, em linha oblíqua ao ouvido direito. O presidente não conhecia as pessoas à sua volta e foi conduzido para uma casa, em frente ao teatro. Faleceu no outro dia de manhã. Foi o primeiro presidente americano a ser embalsamado.