EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE WILHELM FRICK


NOME:  Wilhelm Frick (69 anos)
QUEM FOI:  Político nazista, ministro do Interior do Terceiro Reich, julgado e condenado à morte por crimes de guerra pelo Tribunal de Nuremberg. Fez seus estudos básicos e depois se graduou em jurisprudência em 1901, entrando para o serviço público da Baviera como advogado na central de polícia de Munique. Em 1923, participou do Putsch de Munique junto com Adolf Hitler e foi um dos presos na rebelião, julgado e condenado por traição em 1924. Recebeu uma sentença de prisão de quinze meses, suspensa, e foi demitido da polícia.
Ele foi eleito para o Reichstag em 1924, após a comutação de sua sentença, filiando-se ao partido nazista no ano seguinte, ligando-se à ala mais radical do partido no Parlamento, representada pelos irmãos Strasser, Gregor e Otto. Em 1930, foi nomeado ministro do Interior e da Educação da Turíngia. Com a subida de Hitler ao poder em janeiro de 1933, Frick foi nomeado Ministro do Interior da Alemanha, sendo um dos três únicos nazistas integrantes do gabinete original do Führer, com a responsabilidade de proclamar as leis que estabeleceriam o regime nazista ditatorial na Alemanha.
NASCIMENTO: 12 de março de 1877 [segunda-feira] - Alsenz, Alemanha.
MORTE: 16 de outubro de 1946 [quarta-feira] - Nuremberg, Alemanha
CAUSA DA MORTE: Asfixia por enforcamento (executado). 
OBS.: Em 16 de outubro de 1946, ele foi o sexto homem a deixar sua cela algemado, as 2:05 da madrugada, andar até o patíbulo, ter a corda passada no pescoço, dizer as palavras “Vida longa à eterna Alemanha” e cair pelo alçapão.