EXPERIMENTE O INSTAGRAM E FANPAGE @CAPSULAHISTORICA

MORTE DE OSCAR WILDE



NOME:  Oscar Fingal O'Flahertie Wills Wilde (46 anos)
QUEM FOI: Escritor Irlandês. Depois de escrever de diferentes formas ao longo da década de 1880, ele se tornou um dos dramaturgos mais populares de Londres, em 1890. Hoje ele é lembrado por seus epigramas e peças, e as circunstâncias de sua prisão, que foi seguido por sua morte precoce. Foi criado numa família protestante (depois convertendo-se à Igreja Católica), estudou na Portora Royal School de Enniskillen e no Trinity College de Dublin, onde se sobressaiu como latinista e helenista. Ganhou depois uma bolsa de estudos para o Magdalen College de Oxford. Passou a morar em Londres e começou a ter uma vida social bastante agitada, sendo logo caracterizado pelas atitudes extravagantes. Era extremamente pontual e passou a ser considerado o homossexual mais famoso do mundo. É autor do famoso livro O retrato de Dorian Gray.
NASCIMENTO: 16 de outubro de 1854 [segunda-feira] - Dublin, Irlanda.
MORTE: 30 de novembro de 1900 [sexta-feira] - Paris, França
CAUSA DA MORTE: Meningite encefálica.
OBS: No dia de sua morte, pela manhã, Oscar Wilde começou a soltar espuma e sangue pela boca. Morreu às 13h50min e logo após sua morte começou a expelir líquido pelos ouvidos, pelas narinas pela boca e por outros orifícios.

MENINGITE é a inflamação das membranas que revestem o encéfalo e a medula espinhal, conhecidas coletivamente como meninges. A inflamação pode ser causada por infecções por vírus, bactérias ou outros micro-organismos, e, menos comumente, por certas drogas. A meningite pode pôr em risco a vida em função da proximidade da inflamação com órgãos nobres do sistema nervoso central; por isso essa condição é classificada como uma emergência médica.